Empresa de brasileira em Berlin faz sucesso vendendo imagens para o mercado de decoração



Mônica Corrêa <monicacorreab@gmail.com>11:06 (há 1 hora)
para redacao


As  imagens do século 19, a maioria feita com litografia, viram peças decorativas. O principal mercado é a Europa.

O ano de 2020 foi fundamental para o crescimento da Kuriosis, uma plataforma on-line que vende imagens antigas para decoração em papel fine art e canvas. Até 2019 a empresa participava dos mercados de rua de Berlin e tinha uma presença tímida no on-line. A pandemia chegou e em um ano eles faturaram 9000% a mais em comparação ao ano anterior.

A Kuriosis produz todo o material que vende na plataforma e já emprega vários estrangeiros da Itália, do Chile e Portugal. No ano passado foi destaque em várias publicações de design europeu como a Vogue Britânica e a The World of Interior Magazine 2021.

A curadora da grande maioria das peças que é colocada à venda é a publicitária Maryna Bittencourt, nascida em Floripa e residente na capital da Alemanha já há 5 anos. Casada com João Paulo Paglione ela divide com ele as decisões operacionais, marketing e o planejamento da marca.

A Kuriosis resgata ilustrações de livros antigos que foram publicados antes de 1940 e transforma em impressões para decoração. Já são mais de 8 mil motivos diferentes de imagens produzidas até o século passado, muitas com impressão feitas em litografia ( Litografia ou litogravura é um tipo de gravura que envolve a criação de marcas sobre uma matriz com um lápis gorduroso. A base dessa técnica é o princípio da repulsão entre água e óleo) . O acervo conta com algumas imagens feitas pelo famoso artista japonês Katsushika Hokusai e o americano John James Audoban, autor de ilustrações do livro Birds of America.  A empresa também pesquisou o trabalho do alemão Ernst Haeckel, famoso pelas imagens psicodélicas e um grande divulgador das teorias de Darwin no seu país.

“Nós pesquisamos e restauramos imagens e ilustrações feitas à mão por diversos artistas que produziram suas obras até a metade do século 19, publicadas em livros muito antigos. O trabalho consiste em retirar cirurgicamente as páginas dos livros, digitalizá-los e fazer todo o processo de restauração da imagem. Após esta etapa, nós selecionamos qual os melhores papéis e tipos de impressão para cada gravura. O trabalho fica lindo e os arquitetos adoram”, afirma Maryna Bittencourt.

O crescimento da Kuriosis na plataforma on-line, deve-se muito ao trabalho de marketing e planejamento desenvolvido pelo João Paglione, um especialista em e-commerce. “Entender a necessidade do nosso consumidor e corresponder a expectativa dele com relação ao nosso produto é a nossa meta”. Afirma João. A previsão de crescimento da Kuriosis para 2021 é grande. Contratação de novos colaboradores, expansão de mercado para o Brasil e novos motivos estão na lista de prioridades.
Foto: Max Power